terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Estágio Supervisionado na Gestão da Educação Infantil.

Plano de Estágio

O estagio de Gestão na Educação Infantil é de extrema importância para a formação do futuro educador, pois, geralmente, é nesse momento do curso de Pedagogia que o estudante tem o primeiro contato com sua área.
Após sólido estudo dos fundamentos da educação vistos no 1º e 2º Períodos do curso, a partir do 3º Período, o aluno terá a oportunidade de, sob a orientação do professor da disciplina que contempla estágio, adentrar no universo de sua área de atuação profissional. Mais tarde, no 4º Período, temos a disciplina de Didática da Educação Infantil, que dará continuidade ao processo de aprendizagem. Compreende-se que é neste momento que o estagiário tem a oportunidade de vivenciar a teoria que se aprende em sala de aula, na prática, motivando ainda mais o seu processo de aprendizagem.
Desta forma, o estágio oferece ao estudante a oportunidade de conhecer o que está por trás da sala de aula, a organização, o funcionamento e a rotina de uma instituição de educação infantil, antes de conhecer sua prática com os alunos. A carga horária do estágio de Educação Infantil a ser realizada neste semestre é de 25 horas em creche (crianças de 0 a 3 anos) e 26 horas em pré-escola (crianças de 4 a 6 anos).

Objetivos:
O estágio relacionado à gestão da educação infantil tem por objetivo colocar o estudante de pedagogia em contato direto com sua área, de tal forma que através deste estágio o aluno possa conhecer o funcionamento e rotina escolar.
Deve permitir ao estudante que conheça também as principais concepções metodológicas adotadas no ambiente educacional, para que ele venha a ser um profissional mais qualificado, dando assim, a oportunidade para que entenda na prática, o que ao longo do curso foi trabalhado através de concepções teórico-metodológicas de uma maneira crítica.
O estágio permite que o aluno compreenda o funcionamento da instituição, observando sua estrutura e entendendo a importância do papel de cada indivíduo que trabalha na área educacional. Isso facilitará e ampliará os conhecimentos exigidos nas próximas etapas do curso.
Espera-se por fim, a partir dessa experiência, que o universitário compreenda os processos pedagógicos envolvidos na escola, desde a sua estrutura física e funcional, seu funcionamento, a organização de tempos, espaços e materiais, ajudando-o a ser um profissional crítico, direcionado e comprometido com a educação.

Metodologia:
A metodologia apresentada no plano de estágio de educação infantil é de extrema importância para que haja total compreensão do que se espera aprender. Para que esse aprimoramento seja pleno, o processo do estágio, se possível, deve possibilitar ao estudante do curso de Pedagogia uma aproximação da realidade educacional. A coleta de dados contemplará observações diversas e registro dos elementos importantes relacionados ao dia a dia da instituição.
Através da análise documental, espera-se coletar informações sobre o Projeto Político Pedagógico, regimento escolar, organograma e outros documentos que a instituição possa disponibilizar.
É de interesse dos futuros pedagogos que também se possam realizar entrevistas com os profissionais da escola, entendendo melhor cada função.



Bibliografia:
BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil / Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, volume 1, 1998.
OSTETO, L. Encontros e encantamentos na educação infantil. Campinas: Papirus, 2000.
KRAMER, Sonia (org) Retratos de um desafio: crianças e adultos na educação infantil. São Paulo: Ática, 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário